Meditação para Dia 29 de Janeiro

1. a) Aproxima-se de seu fim o primeiro mês do novo ano. Quanto nele ganhaste para a eterna vida? Tem valor só aquilo que é feito para a eternidade.

b) Aproveita bem o maior dom de Deus, o tempo. Repara que o tempo vale tanto quanto o céu e o próprio Deus; é a moeda com que podes adquirir a eternidade feliz. Dá tempo à alma do purgatório, e logo terá satisfeito por tudo; ao condenado, e fará penitência; ao santo, e elevar-se-á seu trono no céu por muitos graus.

Sê prudente e aproveita o que tem valor tão indescritível.

2. Quão precioso, tão passageiro é o tempo. O passado já não te pertence, o futuro é incerto, o presente é só um momento; enquanto dele falas, já passou.

Aproveita bem o momento, e ninguém, por toda a eternidade, te roubará o mérito. Experimenta-o até ao meio-dia, até à noite. Quanta satisfação interna, ao poderes dizer:

“Não perdi hoje momento algum!”

Não confies no futuro. Tão ligeiro ele passará como passou a infância.

Trabalha ativamente para não chegares ao termo da viagem terrestre com as mãe vazias.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 43)