Meditação para Dia 13 de Abril

1. Jesus, porém, havendo tomado o vinagre, disse:

“Tudo está consumado”

Lembra-te de todas as fases de sua paixão, que logo começou desde que veio ao mundo. Pouco vale começar uma boa obra; a questão é continuar e acabá-la bem. Quanto começaste, sem o terminar! Feliz, se na hora da morte puderes dizer com Jesus:

“Tudo está consumado”

2. E Jesus, dando um grande brado, disse:

“Pai, nas tuas mãos encomendo o meu espírito”

Eis as últimas palavras de teu Salvador. Não fala de seu corpo pregado no duro lenho da cruz e, sim, só de sua alma, ensinando-te que mais deves cuidar da alma imortal que do corpo, futuro pasto dos vermes. Recomenda também tua alma a Deus, teu Pai! Faze-o muitas vezes na vida, para não deixares de fazê-lo, com afeto especial, na hora da morte. A teu Jesus agradece tudo o que Ele sofreu por ti, bem como os ensinamentos que por seu belo exemplo, durante 33 anos de sua vida, te deu.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 118)