Meditação para o Dia 26 de Outubro

1. E outra semente caiu entre os espinhos, e logo os espinhos, que nasceram com ela, a afogaram“. Acham-se espinhos naqueles corações que tem um amor desordenado aos bens do mundo. O desejo de gozar e as concessões feitas à própria carne afogam o bem que começou a brotar. Afeições humanas, em geral, fazem esquecer Aquele que, incomparavelmente, é mais digno de tua afeição ardente e dedicação completa: Jesus. Não será talvez este o motivo de teus poucos progressos na virtude em tantos anos concedidos por Deus? Continuarás assim? Mas que vai ser então de ti?

2. Outra, enfim, caiu em boa terra, e deu fruto, havendo grãos que renderam cem por um, outros sessenta, outros trinta“. Oxalá que teu coração fosse semelhante a essa boa terra! Para este fim deves procurar conhecer mais e mais a semente da palavra de Deus, meditá-la e pô-la em prática. Os frutos, em alguns, são mais numerosos que em ouros. Faltam-te acaso as graças, para colheres cem por um? Quantos benefícios deves a Deus, desde os dias de tua infância! Não quererás dedicar exclusivamente a Ele o resto de tua vida?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 314)