Meditação para Dia 03 de Fevereiro

1. O próprio Deus declara santo o velho Simeão, dando-lhe na Santa Escritura o título de justo timorato. A justiça e o temor de Deus dispõem o coração a receber Nosso Senhor. Aquela unir-se-á com Cristo, removendo o que lhe desagrada e adquirindo o que lhe apraz. Este te conservará em íntima união, preservando do desprezo de coisas pequenas que se afiguram sem importância. A perfeição não consiste no extraordinário e sim na fidelidade nas coisas pequenas. Transparece de tua vida a justiça em todos os atos e o santo temor do Altíssimo?

2. Esperava a consolação de Israel.
a) Simeão, sabendo da promessa dum Salvador, aguardava firmemente sua vinda. Tinham passado séculos; o mundo mais e mais indigno se mostrava dum Messias; Simeão, porém, continuava a confiar na palavra divina e não se viu iludido.

Não confies em consolações humanas ao ponto de ficares fora de ti, quando iludido; só Deus é sempre fiel.

b) “E sabia pelo Espírito Santo que não morreria, sem ver primeiro a cristo, o Senhor”

Mereceu esta recompensa por sua justiça e confiança. Também a ti foi prometida tal dita. Guarda os mandamentos e verás a Deus.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 48)