Meditação para o Dia 30 de Julho

1. a) Se nada de grande e de importante poderá ser adquirido sem trabalho e combate, muito menos a virtude. Não temas ao ouvir falar em combate e violência; a virtude e sua recompensa, o céu eterno, tudo valem. “O reino dos céus padece luta“, mas aos “que fazem força” ele está garantido!

b) O meio mais indispensável é querer seriamente. O que tão fácil parece, não o é para abranger o homem todo. Tal vontade séria é rara; desejar alguma coisa ainda não é querer. Começar hoje e desistir amanhã, ou querer, mas não aquilo que se deve, não é querer seriamente.

2. Querendo ter virtude, deves atender à voz interna de Deus, que te fala pela consciência. Estando demasiadamente ocupado, não perceberás a voz de quem quer ensinar e guiar-te. Atende a esta voz! Deixar de fazê-lo, seria em teu próprio prejuízo, eterno, irreparável. Sê prudente. Só o sossego interno te facultará contemplar teu Jesus em tudo e deixar-te guiar por Ele.

“Eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, assim façais vós também”

Quão conhecida e, ao mesmo tempo, quão desconhecida é para ti a vida de Jesus!

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 226)