Meditação para o Dia 26 de Dezembro

1. Desapareceram os anjos, mas suas misteriosas palavras ficaram gravadas nos corações dos pastores, que incontinente resolveram:

“Vamos até Belém e vejamos o que sucedeu”

Oxalá, assim não desapareçam de teu coração as salutares resoluções tomadas na oração! Segue os pastores até Belém. vê com eles Aquele que veio salvar-te. Vê a pobreza de Jesus, Sua humildade, amabilidade e candura. Rende-lhe graças, oferece-lhe teu coração e entrega-lho para todo o futuro. Ama-O, pois Ele o permite, e até o quer. Poder amar a um Deus, ser amado por Ele – oh! Quem compreende tanta ventura!

2. De seu Salvador aprendeu Santo Estêvão a amar heroicamente seus inimigos, perdoando-lhes tudo e até intercedendo por eles. Com prazer ofereceu sua vida, e deu, por seu sangue, testemunho de Jesus, alentado por ver avertos os céus. Amas teu Salvador a ponto de fazer por Ele todo sacrifício que te pede? Terás o céu aberto, quando te dirigires ao presépio. Ali, acharás força para o combate, paciência no sofrimento, fervor nos negócios da alma, amor ardente a Deus.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 375)