Meditação para o Dia 27 de Dezembro

1. a) E vieram a toda pressa e acharam a Maria e José e ao Menino posto na manjedoura“. Vieram sem ordem terminante do anjo, mas impelidos pelo santo e ardente desejo de ver seu Salvador e de prestar-lhe suas homenagens. Cooperas assim com as graças e inspirações de Deus?

b) E vendo isto, conheceram a verdade do que se lhes havia dito acerca deste Menino“. Obedecendo às inspirações de Deus, conhecerás mais e mais quanto é bom, nobre, de perfeição infinita, e quão grande a felicidade de amá-Lo. Contempla-O de novo no presépio e toma-O por teu modelo.

2. Próxima à festa do Senhor é a de seu discípulo predileto, São João; predileto por sua virginal pureza, por sua candura e modéstia, por seu ardente amor. Na ceia, Jesus o aperta ao Seu peito, na cruz lhe confia Seu mais precioso tesouro, Sua Mãe Imacualada. Somente virtudes, como as de São João, te farão digno do amor de Jesus. Começaste, ao menos, a ser-lhe semelhante? Ou nem isto? Pede a São João que te ajude a dominares-te e a fazeres enfim os progressos que Jesus há tanto tempo espera.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 376)