Meditação para o Dia 11 de Novembro

1. Entusiasmado pela transfiguração, São Pedro disse:

“Senhor, bom é que estejamos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, outro para Moisés e outro para Elias”

Não procedes, muitas vezes, como o apóstolo? Consolado por Deus, tudo julgas possível; na noite da tentação e do desamparo, porém, te tornas tímido como o apóstolo na Paixão de Jesus, a quem só seguiu de longe e a quem até negou. A virtude não consiste em consolações, mas na luta contra o mal e na prática constante do bem.

2. “O Pai Eterno fez ouvir sua voz: Este é o meu Filho muito amado, em quem pus toda a minha complacência; ouvi-O. E ouvindo isto, os discípulos caíram de bruços e tiveram grande medo”. Os apóstolos convenceram-se da presença do Altíssimo. Não está Deus presente em todo lugar? Não é testemunha de todos os teus pensamentos, palavras e obras? Como seria tua vida, se sempre pensasses nisso! – A voz do céu confirmou o que Jesus tinha falado com Moisés e Elias sobre Sua Paixão e Morte. Como Jesus, também tu acharás o caminho da glória, só pela cruz. Não desanimes, pois, nunca.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 330)