Meditação para o Dia 11 de Dezembro

1. Já no Paraíso, Deus prometeu o redentor, mostrando assim a Sua misericórdia verdadeiramente infinita. Adiou, todavia, o cumprimento de Sua promessa, por muitos séculos, para que se tornasse bem visível a enorme miséria que resultou do pecado. Com poucas exceções, os homens todos se tinham afastado de seu Deus, adorando criaturas e entregando-se a indizíveis vícios. Por toda parte orgulho, egoísmo, impureza, crueldade. Quanto deves a Deus, que pela redenção transformou a terra de tal modo, que hoje é fácil salvar-te, desde que o queiras seriamente.

2. a) O Arcanjo Gabriel foi mandado por Deus a uma Virgem. A pureza é o primeiro requisito exigido para a recepção do Senhor. Ele só virá morar em teu coração, se este for semelhante ao coração puro de Maria.

b) O anjo encontrou a futura Mãe de Deus, ao que se supõe, rezando em seu quarto. A solidão e a oração muito concorrem para melhor preparação à vinda do Senhor. Ainda que não te apareçam anjos ao rezares, eles estão invisivelmente presentes, para levarem tuas preces a Deus. Com quanto respeito deves, pois, portar-te durante o salutar exercício da oração!

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 360)