Meditação para o Dia 17 de Dezembro

1. Sem dores e desgostos conservou a Santíssima Virgem em seu seio puríssimo a Jesus por nove meses. Era natural: tudo o que cordial e sinceramente amamos, nenhum incômodo nos causa. Quanto maior for teu amor para com Deus, tanto mais facilmente vencerás os obstáculos: a indolência, o orgulho, o amor próprio. Se qualquer coisa leve te afasta do cumprimento de tuas obrigações e da prática das virtudes, é certo que o teu amor a Deus ainda não é real, nem muito grande.

2. a) Com quantos bens e prerrogativas celestiais Jesus não terá enriquecido Sua Mãe nesses nove meses, se antes a cumulou de graças! Não poderás ter ventura igual! Jesus tantas vezes toma posse de teu coração na Santa Comunhão; se não fazes progressos de uma a outra, é poruqe não te aproveitas de tão grande graça.

b) Em geral os filhos recebem sua nobreza dos pais; Maria, porém, recebeu-a do Filho: ela é Rainha porque é Mãe do Rei. Também tu podes receber unicamente de Jesus verdadeira nobreza que ainda no céu te distinguirá. Não dependia de ti nascer da mais alta e nobre das famílias, mas depende de ti ser mais ou menos nobre e rico no céu.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 366)