Meditação para o Dia 25 de Abril

1. Tendo Maria Madalena, por sua visita ao sepulcro, provado mais uma vez seu grande amor, “Jesus lhe disse: Maria!“. Ela, voltando-se, lhe disse: “Raboni!” que quer dizer: “Mestre!“. Que bela recompensa! Com voz assas conhecida, Jesus chama-a pelo nome. Esta voz penetra-lhe no coração e fá-la conhecer seu Mestre. Com que extrema bondade trata Jesus a pecadora de outrora! Pecaste tanto quanto ela, ou ainda mais? Nem assim Jesus te rejeitará, se vieres a Ele arrependido como Madalena.

2. a)Disse-lhe Jesus: Não me toques!“. Jesus proibiu a Madalena o que concedeu a outra Maria e a Salomé. A uns dá Jesus consolações, enquanto a outros manda provações, visando, porém, o maior bem de todos. Sem te queixares, e sem o compreenderes, segue os caminhos de Deus, entrega-te com confiança à Providência divina.

b) Jesus abrevia o tempo da aspiração, mandando a Madalena que avise aos apóstolos, consolando-os com a notícia da ressurreição. Assim, às vezes, exige interromperem-se ocupações boas e mesmo o serviço divino, para atender à necessidade ou itilidade do próximo.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 130)