Jesus, Manso e Humilde de Coração

Meditação para Dia 19 de Fevereiro

1. Em Nazaré Jesus dá o mais sublime exemplo de humildade. Embora fosse Deus, dispensou as honras que lhe eram devidas, não fez uso do poder de operar milagres, para não atrair os olhos humanos. Contentou-se em se ocupar com trabalhos manuais, rezar e sofrer por nossa salvação. Que contraste entre Ele e ti! Não desejas, muitas vezes, atrair para ti a atenção do mundo? Nunca te afliges, quando não te apreciam tanto quanto julgas merecê-lo?

2. a) Em obediência perfeita ao Pai eterno, Jesus resignou à própria vontade para fazer a de sua mãe e de seu pai nutrício. O Criador obedece às suas criaturas!… Nada te será mais meritório do que te sujeitares deliberadamente aos representantes de Deus.

b) Com paciência admirável Jesus sofreu a pobreza e todas as suas consequências, como o desprezo, a indigência, incômodos, etc. Mostrou, com seu exemplo, ser o caminho do sofrimento o mais curto e seguro para a vida eterna. Acostuma-te a ver nos sofrimentos provas de amor de teu Pai celestial, a reagir só dentro da lei de Deus e a pedir perfeita resignação. É um meio seguro para te sentires sempre feliz.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 64)

1 Comment

  1. Ao longo da historia da Igreja, houve pessoas que souberam enxergar, no texto da Palavra, um modo de entrar nos sentimentos e nos pensamentos de Jesus. Quando Ele se apresenta manso e humilde de coracao, e porque Ele quer nos mostrar uma forma de viver.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© 2017 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑