Meditação para o Dia 16 de Setembro

1. É significativa a presença de Jesus nas bodas de Caná. Festas por justos motivos não são proibidas, desde que a elas presidam o temor de Deus, a pureza de consciência, a ordem e a sobriedade. É a própria Mãe de Deus que nesta ocasião socorreu, quando notara falta de vinho. Com as palavras “não tem vinho“, limitando-se a indicar que outros estavam embaraçados, exprime a sua fé no amor e na onipotência de Jesus. Se Maria intercede por outros, sem ser rogada, e ainda em coisas temporais, quanto mais te socorrerá, se a ela recorreres nas necessidades espirituais!

2. a) Maria não se mostra aborrecida quando seu divino Filho não satisfaz imediatamente seu desejo. Quanto dela deves aprender, tu que te exasperas por uma humilhação ou uma palavra um pouco dura!

b) Com plena confiança Maria se dirige aos que serviam:

“Fazei tudo o que Ele vos disser”

E, de fato, à súplica de Maria, seguiu o primeiro dos inumeráveis milagres de Jesus. Quanta bondade a de Jesus e de Maria! Ainda preferirás à sua constante e honrosa amizade as vaidades do mundo?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 274)