Meditação para o Dia 10 de Setembro

1. a) Jesus começou sua vida pública com um ato de grande humildade. Ele, sendo Deus, dirigiu-se, como se fosse um pecador, a uma das suas criaturas, João batista, para ser batizado. Jesus, o Justo, quis ser tido por pecador, e tu, o pecador, queres ser tido por mais do que és?

b) São João disse a Jesus:

“Eu devo ser batizado por ti e tu vens a mim?”

Se São João julgou dever ser purificado, que dirás tu, que não és tão inocente, nem tão penitente como ele?

2. a) Jesus, tendo sido batizado, saiu da água, e os céus se lhe abriram imediatamente. A humildade é a chave que abre os céus. Depois da humilhação, aceita por amor a Deus, gozarás de grande alegria e paz interna, e aumentar-se-ão teus méritos.

b)E viu o Espírito de Deus que baixava em forma de pomba, e vinha sobre Ele“. Eis como o Espírito Santo honra quem se humilha. Veio como pomba, o símbolo da pureza, porque a humildade conserva a pureza, que, sem ela, se tornará impossível. O próprio Pai Eterno glorificou o Filho, dizendo:

“Este é o meu Filho dileto, no qual tenho posto as minhas complacências”

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 268)