Meditação para o Dia 06 de Outubro

1. E eis que aparece um homem, que tinha uma das mãos seca, e eles, para terem de que o arguir, lhe fizeram esta pergunta: ‘É lícito curar aos sábados?’“. É admirável quanta bondade Jesus sempre mostra, apesar de ser tão grande a malícia dos homens. Previu que o acusariam de profanador do sábado ou de desumano. Mas nada o detém de fazer a obra de misericórdia e de ensinar pacientemente seus adversários. Cumpre sempre teus deveres, ainda que em vez de reconhecimento resultem para ti desgostos e humilhações. Sujeitas-te ao respeito humano?

2. a) Jesus perguntou:

“É lícito aos sábados fazer bem ou mal?”

Jesus tem por mal não socorrer a alguém quando possível. Solícito em tuas coisas, o és também quanto às necessidades de teu próximo?

“O que fazeis a um destes mínimos, a mim o fazeis”

b) Jesus curou o doente pelas palavras:

“Estende a tua mão”

Tirou, pois, todo o pretexto à calúnia e à intriga, porque não tocou o paralítico nem fez sobre ele o menor gesto. Não obstante “os fariseus se reuniram em conselho contra Ele, a ver como o perderiam“. Quanta malícia humana! Quanta longanimidade divina!

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 294)