Meditação para o Dia 29 de Outubro

1. Não julgueis que vim trazer paz à terra! Não vim trazer-lhe paz, mas espada“. Não te assustes: é o amigo e o médico que te fala. Jesus veio, não para ensinar e facultar uma vida cheia de comodidade, mas veio para fazer terminar a paz ilusória e as concessões feitas aos bens da terra e à própria carne. Sua palavra, qual espada, corta e separa. Uns aceitam-na, tendo por isso de separar-se daqueles que a rejeitam.

“Quem quiser ser amigo deste mundo, diz o apóstolo Tiago, torna-se inimigo de Deus”

“Ninguém pode servir a dois senhores”

A quem preferes?

2. Os inimigos do homem serão os seus domésticos“. Jesus quer ser amado mais que os próprios pais e irmãos. Não proíbe amar a estes e amá-los sinceramente e muito; pelo contrário, manda-o. Proíbe, porém, deixar-se levar, por amor e respeito aos parentes, a faltar aos deveres para com Deus. Não poucas vezes os próprios domésticos opõem-se ao cumprimento de teus deveres. Neste caso deves considerar a palavra de Jesus:

“O que amar pai ou mãe mais do que a mim, não é digno de mim”

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 317)