Meditação para Dia 27 de Março

1. Caifás, como se estimasse saber a verdade, disse a Jesus:

“Diz se tu és Cristo, o Filho de Deus”

Hipocrisia e malícia requintada! Se Jesus negar, será condenado, porque antes reivindicou para si esta dignidade; se afirmar, o condenarão como blasfemador. Jesus, podendo livrar-se da dificuldade, não o quis em respeito ao nome de Deus e por amor a nós. Seu exemplo mostra que antes deverás sacrificar a vida do que a fé ou a inocência.
2. a) Jesus, declarando-se Deus, acrescentou que virá sobre as nuvens do céu… Virá infalivelmente, e será o teu juiz. Não o esqueças nunca!

b) Então o príncipe dos sacerdotes rasgou as suas vestiduras, dizendo:

“Blasfemou”

Mais uma vez cobre com o manto da hipocrisia sua perversidade. Que dor não terá sentido o coração amoroso de Jesus, ao ouvir o grito uníssono:

“É réu de morte!”

Assim o tratam aqueles a quem fez tanto bem! E tu?… Acaso deixou Jesus de ser o teu melhor amigo, para que o trates como fizeste?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 101)