Meditação para o Dia 04 de Outubro

1. Se respeito merece a imagem do crucifixo, não menor respeito se deve ao crucifixo vivo, São Francisco de Assis, distinguido por Jesus com os sinais das cinco chagas. Desde o berço até a morte este Santo foi fiel imagem do Salvador. Nasceu, como Jesus, em pobre estábulo, para onde sua piedosa mãe tinha seguido por inspiração divina. Abraçava, como o Messias, a pobreza absoluta. Andou, como Jesus, pregando e fazendo o bem a todos, e morreu, como Ele, despido de tudo. Tanto conseguiu, com a graça divina, um homem por si fraco como tu. Pede sua intercessão.

2. São Francisco, desde moço, cooperou fielmente com a graça de Deus.

Dotado de raro talento e de apreciáveis dons da natureza, era o centro procurado por todos. Sua posição social era invejável. Sacrificou, porém, tudo, embora lhe custasse, escolhendo para esposa a pobreza, o fundamento das três ordens que mais tarde fundou. Não se santificou num dia; sentiu, como qualquer outro, horas de desânimo. Ainda assim, continuou firme. Faze sacrifícios como São Francisco e serás santo como ele. O que, porém, será de ti, se não souberes vencer-te em nada?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 292)