Meditação para Dia 06 de Janeiro

1. a) O brilho desusado duma estrela, singular fenômeno predito, anuncia aos magos o nascimento do Messias.

Deixaram tudo; família e pátria, negócios e interesses, comodidades e ocupações. Puseram-se em caminho desconhecido, tendo por guia a estrela. Quanta fé!… Qual estrela certa chama-te a palavra de Jesus Cristo e a da Igreja. Obedeces?

b) Muitos viram a estrela, poucos por ela se deixaram guiar.

“Muitos são os chamados e poucos os escolhidos”

“Larga é a estrada para a perdição e muitos nela andam; estreito é o trilho para o céu, e poucos nele caminham”

Sê prudente!

2. Tão pequeno é o divino Infante e já atrai por seu poder os Magos. Tão humilde jaz no presépio, e uma estrela o anuncia. Tão fraco parece, e já faz tremer ao ímpio Herodes, assentado em trono soberbo. Quanto poder e majestade por Ele escondidos!

Se tens formosura, saber, talento, não te glories disto! Reconhece grato o que Deus te deu, mas dá a honra a quem ela unicamente compete.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 20)