Meditação para o Dia 05 de Outubro

1. Naquele tempo caminhou Jesus pelas searas em um sábado, e os seus discípulos, tendo fome, começaram a colher espigas e a comer“. Quão grande é a pobreza de Jesus e de seus discípulos! Nem possuem o necessário para saciar a sua fome. Tanto sofre por ti Jesus, teu Deus!… Os discípulos não se queixaram de tamanhas provações. Bastava-lhes a presença de Jesus, de que não queriam ser separados, ainda que tivessem de sofrer. E tu? Não O negas, não O deixas por qualquer bagatela? Ousas afirmar que, de fato, amas a Deus?

2. a) Os fariseus censuraram acremente os discípulos por esta aparente profanação do sábado; Jesus, porém, assumiu sua defesa. Feliz, se os homens te censurarem, e Jesus se incumbir de te defender e de restabelecer a tua honra perante todo o mundo! Faze tudo por merecê-lo.

b) Procedes às vezes como os fariseus, descobrindo faltas alheias, enquanto és cego em relação às tuas? Quando, enfim, gravarás em teu coração e seguirás as palavras:

“Não julgueis, e não serei julgados!”

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 293)