Meditação para o Dia 18 de Setembro

1. Nicodemos, um dos príncipes dos judeus, veio a Jesus de noite. Tanta era a irritação dos fariseus contra Jesus, que Nicodemos, membro do Sinédrio, escolhe a hora noturna para não ser visto. Seu respeito humano merece alguma desculpa, porque ainda não conhecia bem a Jesus. Isto não dá, porém, contigo. Se preferes o respeito humano ao temor de Deus, nada tens que alegar em tua defesa. Nicodemos confessou a divindade de Jesus. Tu crês o mesmo; corresponde, porém, tua vida a esta crença? Nunca preferes a Deus pessoas ou coisas da terra?

2. Jesus fez conhecer a Nicodemos os mistérios da encarnação e da paixão, e tão dócil mostrou-se o príncipe dos judeus que dora em diante passou a servir a Jesus, sabendo vencer seu temor ao ponto de, mais tarde, tirar o Senhor Morto da Cruz. Efeito admirável da graça de Deus e da cooperação decidida de Nicodemos! Que fruto produziu o conhecimento dos mistérios da encarnação, da paixão e da morte de Jesus em ti? Já te infamaste de verdadeiro amor a um Deus que tanto de extraordinário fez por ti? Criaturas com verdadeira facilidade conquistam teu amor; a Deus o recusarás?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 276)