Continuas a estar com Deus?

Meditação para Dia 15 de Fevereiro

1. a) “Filho, por que assim fizeste conosco?” disse Maria, que não podia abafar seu amor maternal. Chama-o carinhosamente de Filho, nada dizendo, porém, de sua divindade. Não quis manifestar o que pudesse contribuir para sua própria honra.

b) “Sabe que teu pai e eu te andávamos buscando cheios de aflição”

Maria fala em primeiro lugar, mas referindo-se antes a seu Esposo. Mais uma vez testemunha assim seu respeito e seu humilde amor ao chefe da família.

2. Maria e José procuraram o Filho com tamanha aflição que lho contaram amorosamente. Enquanto perdido o Filho, fizeram, porém, mais do que romper em pranto e lágrimas: procuram-no com toda a diligência e sem olhar para sacrifícios. Nenhuma perda é tão grande como a de Jesus. Nenhuma, por isso, deves evitar mais energeticamente do que esta. E se não obstante perdeste a Deus, procura-o por uma contrição sincera e o firme propósito de jamais abandona-lo no futuro. Como procedestes até hoje? Tiveste em conta menor a posse e a perda de teu deus, do que a de bens terrenos, de honras, de uma afeição humana? Adias, sem motivo realmente grave, a reconciliação com Nosso Senhor?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 60)

2 Comments

  1. Que belo pensamento…. Que lição de humildade que Nossa Senhora nos dá tão boa mãe. Ah se eu tivesse um pouquinho dessa humildade e um pouquinho desse amor verdadeiro por Deus seria tão feliz!
    Esse site tem bastante utilidade vale à pena acessar. Deus te abençoe sempre rapaz!

  2. Gabriel

    16 fevereiro, 2017 at 14:53

    Bendito seja Deus minha irmã! Seja bem-vinda.

    Façamos, pois, agora mesmo um bom propósito a esta Mãe que não cessa em interceder pelos filhos teus!

    Ó Maria, fazei-me santo pelos méritos de Vosso diletíssimo Filho Jesus; fazei-me santo, ó minha Senhora, fazei-me santo pelas vossas mãos para que assim possa eu agradar ainda mais a meu Senhor!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© 2017 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑