Meditação para Dia 16 de Março

1. a)Então lhe apareceu um anjo do céu que o confortava“. É este o fruto da oração de Jesus. Sê fiel a Deus na provação. No auge da dor, quando mais o precisares, Deus te consolará.

b) Quanta humildade a de Jesus! Em sua infância e durante sua vida aceitou, como se deles precisasse, os serviços e os cuidados por parte dos homens; agora aceita a consolação dum anjo. Se o Criador se deixa consolar pela criatura, rejeitarás orgulhoso o conselho e o auxílio de teus semelhantes ou súditos? Fica sabendo que nesta vida ninguém é seu próprio condutor.

2. a) Tendo rezado, Jesus se levanta pra ir ver os seus apóstolos, aos quais tinha mandado que vigiassem, rezando. Um exemplo de solícito e verdadeiro amor, que nem no auge da dor se esquece dos outros!

b)Achou-os adormecidos“. Foi uma dor muito especial para Jesus ver-se desamparado até dos mais fiéis amigos; vê-los dormir, quando por eles sofria tanto. Se, por felicidade excepcional, encontraste um amigo de todo fiel, não é a sua solicitude limitada pelo tempo? Há um só amigo constante e poderoso, que nunca te enganará. No sofrimento e na morte o experimentarás.

É teu Deus.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 90)