Meditação para o Dia 04 de Setembro

1. Deus não manda nada que seja impossível. Podes, pois, fazer o que Ele diz:

“Importa orar sempre, não cessar de o fazer”

A oração não depende de fórmulas, de palavras, da posição do corpo, de lugares e tempos. Cada voo espiritual ao céu é uma oração, porque cada um tem por fim aproximar-te de Deus. Deus, como espírito, está presente em todo lugar, e por isso é testemunha de cada pensamento teu e de teu desejo de lhe agradar. Não podes sempre rezar com a boca, mas sim com o coração, conservando nele, carinhosamente, grande afeição a Deus.

2. Santifica, pela intenção boa e pura, todas as tuas ações do dia, transformando-as assim em santa e valiosa oração. Se não podes rezar muito, oralmente, ser-te-ão também impossíveis orações breves, as jaculatórias? Se amas a Deus de fato, muitas vezes durante o dia O saudarás, ora como teu Senhor, Criador, Benfeitor, ora como Redentor, Irmão e Pai e tudo. Muitas vezes terás de pedir-Lhe alguma coisa, de agradecer-Lhe, de adorá-lO e de comunicar-Lhe tuas condições e necessidades com filial confiança. Assim a oração te será, pouco a pouco, uma verdadeira alegria e necessidade, e os frutos para tua alma serão grandes.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 262)