Meditação para o Dia 27 de Setembro

1. a) Foi mal comentada a bondade de Jesus para com o paralítico.

“Estavam, porém, ali alguns escribas assentados, considerando em seus corações: Como fala este homem? Ele blasfema. Quem pode perdoar pecados, senão Deus só?”

Assim pensavam homens instruídos que tantas vezes tinham sido testemunhas de um milagre de Jesus! Sempre haverá quem mal comente tuas ações, por melhores que elas sejam. Não te deixes por isto afastar do cumprimento dos deveres.

b) Como comentas o proceder de teu próximo? Não o condenas, às vezes, por pensamentos ou palavras, embora só a Deus compita julgar?

“Não julgueis, para que não sejas julgados”

2. Por isto, pois, mais procuravam os judeus dar-lhe a morte“. Jesus fez só o bem; a perseguição foi a recompensa que lhe deram. Tu não és mais que Jesus; por que te queixas ao seres pago com ingratidão?

“Bem-aventurados os que sofrem perseguições por causa da justiça”

Continua convencido de que o louvor dos homens não te eleva aos olhos de Deus, nem tão pouco a injusta censura dos homens te fará mal perante o Supremo Juiz.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 285)