Meditação para Dia 08 de Fevereiro

1. A profetisa Ana “louvava ao Senhor”. Ela sabia apreciar a extraordinária graça divina, adorando e bendizendo o Menino Deus. No tabernáculo está Jesus tão perto de ti, como no templo o esteve da piedosa Ana. Mostra, pois, a mesma fé, a mesma admiração pela humildade de Deus; faze os mesmos atos de amor, humildade, desejo e gratidão.

Tua dita é maior que a dela, quando Jesus te visitar na Santa Comunhão. E, em geral, só de ti depende recebê-lo na morada de teu coração, uma, duas ou mais vezes por semana, senão todos os dias. Que ventura! Que responsabilidade! Cresce, com a distinção, também o dever de melhor preparação e ação de graças.

2. a) “Louvava ao Senhor”

O grande amor prorrompe em entusiásticas palavras. Ana bendisse as misericórdias de Deus. Por que falas tão pouco de Deus, dos Santos, do céu? Fala a boca, o que sente o coração. Estás, pois, ainda tão apegado aos bens da terra?

b) “E falava no Menino a todos os que esperavam a redenção de Israel”

Feliz, ela quis tornar felizes também os outros. Concorrem também tuas conversas para edificação e utilidade do próximo, ou para seu prejuízo?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 53)