Meditação para Dia 08 de Abril

1. E levando a sua cruz às costas, subiu para aquele lugar que se chama Calvário“. Começa o último ato do mais santo e augusto de todos os dramas. Jesus abraça a cruz, não se horrorizando nem deste sinal de afronta, nem do grande peso ao qual seu corpo enfraquecido teve de sucumbir. Não receies levar exatamente aquela cruz que Deus te manda e ainda mandará. Faltando-te forças, olha para Jesus e pede-lhas.

2. a) O amor de Jesus foi maior que suas forças físicas. Três vezes o Salvador caiu na via dolorosa, sob o peso da cruz, renovando-se cada vez as dores de todas as chagas. Os judeus dão-lhe Simão de Cirene, não para aliviá-lo, mas para que não morra antes de chegar ao Calvário. Com cada passo aumentam-se asa dores de Jesus: entretanto nem uma queixa sequer. E tudo isso por ti!

b) Jesus e Maria encontram-se. Que espada de dor para ambos! Não te esqueças de que também teus pecados contribuíram para tais sofrimentos. Tanto maior é a malícia dos pecados, quanto maior a compreensão.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 113)