Meditação para o Dia 02 de Junho

1. Quem souber rezar bem, também saberá viver bem. A oração livra-nos do pecado, afasta ou vence as tentações, faz alcançar e completar as virtudes. Quem, pois, não sabe rezar bem, também não sabe viver bem. Por nós, nada podemos: “Sem mim, nada podeis”, diz Jesus. Deus dá as primeiras graças gratuitamente, as subsequentes, porém, dependem de nossa cooperação. Quanto maior a necessidade do socorro divino, tanto mais urge rezar nas tentações, nos sofrimentos, etc. A perseverança final é dada só a quem muito pede.

2. Rezarás só porque a oração é necessária? Não é a maior honra, a mais agradável doçura, a maior das alegrias conversar, em santa intimidade, com o grande Deus? Não é a maior felicidade adorá-Lo, louvá-Lo, agradecer-Lhe seus inumeráveis benefícios, pedir Seu forte amparo, refugiar-se a Ele nas horas da dor, do desamparo? Sim, Deus conhece todas as necessidades, e sua bondade precede, às vezes, os nossos desejos. Todavia, quer ser rogado, quer ver usado um meio com o qual não só alcançamos o fim desejado, mas ainda nos enriquecemos de méritos. E ainda menosprezarás a oração?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 168)