Meditação para o Dia 19 de Setembro

1. Mestre, quem estava contigo da outra banda do Jordão, de quem tu deste testemunho, ei-lo aí, está batizando e todos vem a Ele“. Eis os discípulos de São João invejosos. Até pessoas santas veem-se tentados por este vício, que faz falar dos outros com desprezo e exagero.

Todos vem a Ele”

Os discípulos, zelando a honra de São João, visavam sua própria glória, que julgavam ameaçada. Nunca cedeste a este vício? Amas a glória de Deus mais do que a tua? A inveja, indigna do homem sob todos os pontos de vista, não deve entrar em teu coração.

2. São João, longe de partilhar os sentimentos de seus discípulos, diz-se amigo de Jesus, para fazer compreender sua alegria pelo acolhimento que Jesus encontrava. Falando de Jesus, disse:

“É necessário que Ele cresça e que eu diminua”

Quanta humildade daquele que por sua santidade atraía os olhos de todos! Se visasses, como ele, só a glória de Deus, alegrar-te-ias das humilhações que em seu serviço tiveres que suportar e que, tão generosamente, por Ele serão compensados. Para Deus, a glória, para ti, agora, o trabalho.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 277)