Meditação para o Dia 08 de Janeiro

A adversidade é uma lembrança de Deus. Quando Ele a dá, Deus nos cumula de graças escolhidas. É ela o caminho mais rápido seguro do Céu. A prosperidade é para temer.

“A ciência dos santos, escreveu Santo Afonso, consiste em sofrer constantemente por Jesus Cristo. É pelo sofrimento que mais prontamente nos santificamos. Às grandes almas reserva Deus grandes obras, em grandes provações. Todas as obras Divinas têm o selo da cruz. As provações eram para os santos o sinal mais certo das predileções Divinas”

O Bem-aventurado Henrique Suzo teve, excepcionalmente, uma trégua nas provações que tanto sofria. Queixou-se então às religiosas, suas filhas espirituais:

“Tenho muito medo de ir mal, disse ele, porque há quatro semanas que não sofro ataques de ninguém.Tenho medo de que Deus não pense em mim”

Mal acabara de falar, vieram dizer-lhe que poderosos perseguidores juraram matá-lo. Sentiu um momento de horror. “Quisera saber por que mereci a morte”, disse ele.

– “Por causa das conversões que fazeis”, responderam-lhe.

– “Oh! Então, louvado seja Deus!”

E voltou-se para as irmãs:

“Vamos, minhas irmãs! Coragem! Deus pensou em mim! Ele não me abandonou!” (8)

Verdade é que, quando sofremos, Deus pensa em nós. O sofrimento é um pensamento de amor, de misericórdia, do Pai Celeste que nos quer salvar! Senhor! Senhor! Pensai em nós!

Referências:
(1) Beato Henrique Suzo – Exempl. c. XXX

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 17)