Meditação para o Dia 09 de Março

Nosso Senhor nos manda olhar os passarinhos – Respicite volatilia caeli (1). Ei-los, tão mimosos, a voar descuidados, pela amplidão, a cantar, sempre felizes, glorificando o nome do Senhor. Vem a tempestade e derruba-lhes os ninhos. Eles constroem novos ninhos em outros galhos e cantam sempre quando a madrugada sorri. A mão de um perverso rouba-lhes os filhotes. No dia seguinte, ao romper da aurora, cantam de novo, esquecidos da mágoa que os fez pipilar na véspera, saudosos, de galho em galho, à procura dos filhotes. O frio chega. Fogem para distantes plagas. E cantam no exílio também. Nossos irmãos, os passarinhos, são mestres de abandono e confiança na Divina Providência. Por isso, dizia Nosso Senhor:

Respicite volatilia caeli – “Olhai os passarinhos”

A serva de Deus Madre Maria Teresa dos Anjos, carmelita, morta em odor de santidade, no Carmelo de Cristo Rei de “Nogent sur Marne”, na França, em 1931, era uma dessas almas de abandono heroico à Divina Providência. Diversas vezes foi exilada por perseguições religiosas e conheceu duras provações com a sua comunidade, errante e perseguida pela Bélgica, Suíça e França.

“Recebi do Céu uma lição – escreveu ela – e uma lição que me fez bem .Expulsei de minha cela uma andorinha, que lá fizera o seu ninho, e a este também destruí. Pois ela voltou, cantou alegremente e desapareceu, voando pelo Céu azul. Jesus destruiu todos os ninhos que procurei construir. Tirou-me todo o apoio humano. E que farei? Cantarei seus louvores. É minha missão cantar. A Providência nutre os passarinhos ao sol e pelos céus azuis”.

Meu Jesus, que eu seja como os passarinhos! Que eu nunca me queixe de Vossa Providência e saiba cantar nas provações!

Referências:
(1) Mt 6,26

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 80)