Meditação para o Dia 12 de Fevereiro

Sim, vem de Deus o sofrimento. Será possível?!… Tudo o que existe no mundo, exceto o pecado, é verdade certa que vem de Deus, Criador de todas as coisas. As trevas e o mal não se produzem por criação divina, mas por subtração da luz e do bem. Diz a Sagrada Escritura:

Ego Dominus formans lucem et creans tenebras, factens pacem et creans malum – O Senhor, na sua munificência, nos dá a luz. Retirando-se esta, vêm as trevas. O Senhor nos dá a paz, a sua graça

Abusamos da graça e ela se retrai, vindo o pecado. Só o pecado não vem de Deus. Tudo mais que nos sucede é pela vontade do Senhor. E o sofrimento? Deus o sabe! Só podemos garantir que ele é para nosso bem. Deus só faz o bem. Se alguém nos dissesse que vira uma luz que produzia trevas, uma brancura que enegrecia, um calor que gelava, não o acreditaríamos. E por quê? Porque os contrastes fazem ressaltar logo o absurdo da afirmação. Pois é ainda mais absurdo, contrário à natureza Divina, deixar Deus de fazer o bem. Portanto, nos sofrimentos, acima das criaturas que nos ferem, olhemos para o Alto e adoremos os desígnios Eternos, cheios de confiança, e certos de que, vindo, como vem, de Deus, todo sofrimento é para nós um bem, um grande bem!

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 53)