Meditação para o Dia 21 de Março

Para o “câncer” a medicina emprega com efeitos maravilhosos, em muitos casos, o “rádium”. Expor a úlcera ao “rádium” é soberano remédio. Na vida espiritual há um “câncer” terrível e perigoso: a impureza. Parece incurável e, se não há cuidado em tratá-lo, deita raízes, envenena toda a alma, arrasta-a ao abismo e à morte. Que fazer quando a ferida perigosa está minando o organismo? Procurar sem demora um bom médico e um instituto de “rádium”. O bom médico, no caso da impureza espiritual, é Nosso Senhor, Médico Divino de nossas almas. A sua Misericórdia Infinita é o “Rádium”, Soberano, que tudo cura. Vamos ao Instituto de “Rádium” que se encontra em toda parte e nada custa: a capela, onde se acha Nosso Senhor Sacramentado, a Hóstia Imaculada da Santa Comunhão. O “rádium” nem sempre cura a ferida maligna do corpo, principalmente se o mal se complicar, deitando muitas e profundas raízes. Mas o Vosso “Rádium” Soberano da Eucaristia é sempre eficaz, ó meu Jesus-Hóstia! Por mais extenso e profundo que seja o “câncer” da impureza, tenhamos confiança! Seremos curados! Procuremos o Médico Divino, o “Rádium” Celeste e esperemos… A luta é grande, é terrível. Sem a mortificação dos sentidos e a fuga das ocasiões, sem aquela guerra de que nos fala Nosso Senhor no Evangelho, não chegaremos à paz a doce paz das almas puras. Nenhum combate mais duro que o combate pela pureza. Mas, confiança! O “Rádium Celeste, o Divino Rádium” da Santa Eucaristia, já curou tantas almas! E há de curar sempre o câncer da impureza,contando que a pobre vítima tenha generosidade na luta, tenha confiança e nunca desanime na peleja, que é tremenda.

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 92)