Meditação para o Dia 01 de Janeiro

Sem a cruz não podemos viver. Sem ela não nos salvaremos. Nosso Senhor disse:

“Quem não recebe a minha cruz e não me segue não é digno de mim” (1)

Nosso Divino Rei Crucificado abriu-nos a estrada real da santa cruz, a única que vai dar ao Céu. Como custa, Senhor, carregar o fardo tão pesado das amarguras da vida! Bem dizia Jó:

“A vida do homem na terra é um combate”

Dias há em que nos sentimos desfalecer! E hoje começa mais um ano de lutas, mais um ano de sofrimentos… Que nos reservam os dias que se vão suceder? O que for, ó meu Deus, da Vossa Santíssima Vontade! Os dias passam e a eternidade se aproxima. Aproveitemos o tempo! Não pode ser este o último ano de nossa existência? Porque não o aproveitamos para juntar tesouros para o Céu? E a minha mina desses tesouros é a cruz. Dai-nos, Senhor, o conhecimento e o amor da cruz. Coragem! Digamos do fundo de nossos corações:

“Eis-nos aqui, Senhor, para fazermos o que a Vós aprouver. Mais um ano de vida nos concede a Vossa Misericórdia! Que saibamos aproveitar o tempo. Ensinai-nos a trabalhar para o Céu e fazer a Vossa Santíssima Vontade!”

Referências:
(1) Mt 10, 38

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 10)